Brinquedos

Uma coisa a gente já sabe sobre os adultos de hoje: eles continuam gostando de brinquedo. Sabem muito bem que esses objetos que alegram nossa vida não são só coisa de criança. O sucesso do toy art está aí pra provar isso, cada vez ganhando mais força (e custando mais caro). Os meus preferidos são os bonecos da Tokidoki.

O dos obamistas, deve ser esse aqui:

boneco-obama

E o seu?

Anúncios

5 Responses to Brinquedos

  1. indefecty disse:

    Olá pessoal. Muito interessante a idéia de criar uma nova revista para adultos jovens. Creio que seja muito difícil criar uma revista. Sempre que possível virei aqui para tentar contribuir com algo de interessante para vocês. Mesmo que não seja lá essas coisas… Rsss… No momento, o que posso dizer a vocês é que música é algo que realmente atrai a muitas pessoas. Não exatamente música, mas, som. Áudio de qualidade. Como exemplo, cito os Podcast’s. Não é música, mas está bombando, com certeza. Com relação à música, creio que definir o que é musica boa e música ruim é algo realmente muito difícil. Eu gosto, por exemplo, de bandas como Petra (poucos conhecem), Sanctus Real (menos ainda conhecem) e The Afters (agora sim: ninguém conhece mesmo). Mas são bandas muito conhecidas nos Estados Unidos protestante. No mundo gospel, digamos assim. Pois bem. Minha dica para a revista é MUITA MÚSICA DE QUALIDADE. Muitas dicas, muitas bandas, artigos sobre música, sobre som, sobre bandas, sobre todo este mundo. É isso. Façam um podcast quando fizerem a revista, beleza? Mesmo que seja mensal. Abraços!

  2. indefecty disse:

    Com relação a brinquedos, é um tanto complicado falar deste assunto. Muitos dos brinquedos que temos possuem outros nomes, como: celular, carro, ipod, computador… Enfim, creio que poucas pessoas dão conta da importância (se é que existe) de um brinquedo. A não ser, claro, que este tenha algum vínculo familiar. Lembre a avó, por exemplo. Pensando no tema, lembrei que os Actions Figures são um belo exemplo de brinquedo. Adoraria ter um Darth Vader super realista. Mas, por quanto? São caros. Logo em seguida, me lembro dos jogos de tabuleiro. Não estou falando do Xadres – que é muito chato -, mas de jogos inteligentes e divertidos. Onde eles estão? Estão dando lugar aos joguinhos medonhos de celular. E cada vez mais os joguinhos medonhos ficam mais medonhos e mais bonitos. E as empresas não investem em jogos de tabuleiro divertidos e inteligentes. Nem ao menos tentam criar algum que seja medonho. Hoje, no Brasil de desigualdades, o que as empresas tem a nos oferecer? É isso. Abraços!

  3. Denis Russo Burgierman disse:

    Interessante, indefecty, belas colaborações. gostei de você falar “adultos jovens” em vez de “jovens adultos”, decidi mudar meu jeito de falar também. Quem sabe podemos pensar nuns joguinhos que venham com a revista. Ou talvez não seja uma revista, mas um saquinho de coisas, uma caixinha, uma coisa assim meio… toy art.

  4. indefecty disse:

    Não percebi que tinha escrito diferente… Rsss. Mas, creio que adultos jovens é, digamos, mais correto – apesar de a pronúncia de jovens adultos ser mais descolada. Bem, como exemplo do assunto dos jogos, temos a última página da Revista Super Interessante. Aqueles manuais. Sou um grande defensor do fim desta seção. Que tal jogos? Jogos que nos façam aprender brincando. Jogos que eu possa baixar no site da Super, imprimir, colar numa cartolina e fazer meus filhos – quando eu os tiver – brincar e aprender brincando. A super de antigamente tinha, lembra? Um seção de jogos fantástica. Eu sempre tentava resolver os joguinhos. Mas, claro, tudo tem seu preço. Um manual é mais fácil de fazer. Um jogo não. Consequentemente, sai mais caro, caso contratem um freelancer. Com relação a revista ser lançada como uma caixinha, é de se pensar. Vou pensar no assunto. Como eu disse, tudo tem seu preço. Infelizmente estamos no Brasil de poucos recursos. Mas, graças a Deus, estamos caminhando para um Brasil um pouco melhor. Quem sabe seja mesmo o momento de uma revista diferente, algo sem igual. Abraços!

  5. Pedro Magnus disse:

    Olá pessoal! Olá André Sirângelo!
    Só tive tempo de parar para ver o blog agora. Cara, já são muitos os posts! =P
    Ainda não li todos mas já quero meter o bedelho.
    Adulto gosta mesmo de boneca, as vendas das já famosas real dolls são um bom indicativo (http://www.realdoll.com).
    Aliás, isso é mais uma das provas que o nerd, hoje em dia, virou mainstream (a estréia do gta3 é outra…)
    Abs e boa viagem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: