Pé na estrada

Lá vamos nós. Amanhã cedinho zarpamos, rumo a Floripa. Depois de uns dias lá vamos para Porto Alegre, e depois, voltando, Curitiba. Dicas de gente legal, inovadora, interessante, instigante, inspiradora por lá são muuuuuuito bem vindas. Pode colocar aqui embaixo nos comentários mesmo. Agradeço se puder escrever umas duas linhas sobre por que deveríamos falar com essa pessoa. Te encontro na estrada.

Anúncios

6 Responses to Pé na estrada

  1. Biba disse:

    Tá Dê, não vou nem falar nada, tá? Só desejar boa viagem e mandar beijinhos. SUCESSO!!!

  2. Stefano disse:

    Bah, só capitais ?
    Estava pensando, sempre é um desafio inovar, mas agora, em nossa época, com a internet e todo esse mundo de informação a tarefa parece quase impossível!
    Estou louco pra ver o que vai saír! E se puder ajudar, com certeza ajudarei!
    Uma boa viagem!

  3. Como sempre, as grandes capitais são privilegiadas, tanto pelo maior número de consumidores, quanto pelo alto índice de informação e cultura lá difundidos através das suas importantes universidades. Moro numa cidade média do interior de São Paulo, chamada Votuporanga. Leio muitas revistas e só há o enfoque nesses centros metropolitanos. Eu sei, o interior pode parecer um pé-no-chaco. Não acontece nada, não tem nada pra fazer. Mas não é assim (pelo menos pra mim). Por ser pequena a cidade, nós buscamos por alternativas de entretenimento. Por exemplo, teatro aqui só há um, com peças muito raras. O cinema é casa de ratos e baratas. O que nos garante é um super badalado carnaval fora de época (que, por sinal, está chegando, menos de uma semana!).
    Vocês podiam abordar temas assim, fora do ponto de referência dessa polarização megaurbana. Até!

  4. Denis Russo Burgierman disse:

    Pessoal, nosso tempo é curto, mas estamos cientes de que uma viagem só por capitais é incompleta. Tentaremos encontrar cidades relevante e interessantes fora das capitais.

  5. Rodrigues Vergueira disse:

    Pode dar parpite?
    Então aqui vão minhas apostas sobre onde encontrar necessidades não atendidas do Brasil de hoje:
    – Local: periferia das grandes cidades
    – Público: mulheres (adolescentes, jovens mães solteiras, jovens adultas batalhadoras)
    Temas tem vários. Para ficar em um só que dá muito pano para manga, eu ficaria em beleza e auto-estima.
    abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: