Jennifer é uma vaca

“Antigamente”, para se chegar a algum lugar de carro numa cidade desconhecida, você tinha que parar, perguntar, andar um pouco, perguntar de novo, andar mais um tanto, perguntar outra vez. Agora não. Tem o GPS. Ou, no nosso caso, a Jennifer, que foi o nome que demos a ela, em homenagem à voz feminina e ao sotaque britânico com o qual ela diz sabedorias como “route recalculation”.

Tem dias em que a Jennifer é sensacional. Como quando marcamos uma entrevista com alguém numa cidade nova, pegamos a moça, digitamos o endereço e chegamos ao lugar em cinco minutos. “Arriving to your destination”, ela avisa, impecável. Mas tem dias em que, se vocês estivessem no carro, me ouviriam resmungar: “Jennifer, você é uma vaca”.

Não sei se ela foi mal programada ou se é o satélite que não tem precisão em cidades “secundárias”, como Goiânia. Em São Paulo, ela funciona bem e entende as regras do trânsito o suficiente para não me mandar entrar na contramão. Mas, na maioria das cidades por onde passamos, incluindo Porto Alegre, Florianópolis e Goiânia, ela desconhece completamente os mais básicos princípios de civilidade. Confunde ruas paralelas, me incentiva a fazer conversões proibidas, sugere que eu atravesse a ilha no meio das duas pistas, acha que a placa de contramão é decorativa.

Ontem, voltando do Goiânia Noise Festival às 5 da manhã, depois de dar duas ou três voltas no quarteirão tentando sem sucesso chegar ao hotel, me rendi aos conselhos infames da Jennifer e cometi uma falta tripla: conversão proibida + na contramão + no sinal vermelho. Flash. Ou os paparazzi me descobriram em Goiânia ou acabei de tomar uma multa absolutamente irrecorrível. Eu gostaria de dedicar essa multa à Visteon, fabricante do GPS, à GM, fabricante do Vectra que tem o GPS Visteon como item de fábrica, e à Jennifer, sem a qual nada disso seria possível.

Agora cheguei no hotel, coloquei o cartão magnético na porta e a luz verde não acendeu. O cartão tinha desmagnetizado.

Tecnologia é jóia. Mas é mais legal quando ela faz alguma coisa por mim.

campogrande_13

Da esquerda para a direita: Jennifer, mão, porcos viajando em condições mais precárias que nós, fitinha de São Google.

Anúncios

One Response to Jennifer é uma vaca

  1. Bruno disse:

    Eita nóis!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: