Vamenfrente

Boa reunião. O Jairo, presidente da empresa, gostou do conceito, entendeu inteiramente o que queremos fazer e a importância disso. Pediu mais detalhes, mais estudos, mais exemplos. Ótimo. Precisa mesmo tornar a coisa mais clara e que bom que ganhamos tempo para isso, em vez de sair correndo para botar em prática a qualquer custo. Ou seja: este blog continuará acompanhado o desenrolar da bagaça. Agora nossa tarefa é tentar começar a estabelecer parcerias e desenvolver projetos. Não perca as cenas dos próximos capítulos. (Ou, se quiser, perca. Afinal, somos pela cultura livre, você tem toda a liberdade de fazer o que quiser :-))

Anúncios

12 Responses to Vamenfrente

  1. sinker disse:

    Denis, that is great news. Congratulations!!

  2. Elisa disse:

    Juru juru juru jurubeba!!!!

  3. William disse:

    Nossa, quanta vivacidade!
    Valeu brothers!

  4. Paulo disse:

    SHOWWW!!!!! =)

  5. Denis Russo Burgierman disse:

    tem o vinho tem o chá
    de licor de infusão
    jurubeba jurubeba
    a planta nobre do sertão

  6. Flausino, L disse:

    uhuhu!!!

    lol
    lol
    lol

    Boa!!! Vamo que vamo! E que história é essa de Jurubeba? Pelos comentários tenho uma ideia, mas minha ignorância me impede de simplesmente especular.

    Flausino

  7. Denis Russo Burgierman disse:

    Jurubeba são duas coisas, Flausino, L:
    1. uma bebida fermentada incrivelmente ruim que apenas os verdadeiramente fortes bebiam nos anos 90.
    2. uma música incrivelmente festiva que Gilberto Gil e Jorge Ben gravaram no seu disco Gil e Jorge com a cabeça cheia de LSD.
    Por que estamos falando de jurubeba aqui neste post? Trata-se de jurubeba a música ou jurubeba a bebida? Essas perguntas já não sei responder…

  8. Cia disse:

    Falou-se em jurubeba pelo festivo e lisérgico “vamos em frente”…

  9. Cia disse:

    Meio “marrom”, mas vale a pena ver: http://www.aphotoeditor.com/2009/01/16/nadav-kander-and-the-ny-times-magazine-the-real-behind-the-scenes/

    Tradução para “marrom”: mais rou menos em português de Recife…

  10. Elisa disse:

    Jurubeba é tudo que é de bom pro figueredo e que se beba

  11. Gisela disse:

    Que beleza que o chefe gostou da idéia, Denis! TÔ FELIZ!!!
    Gostei da Jurubeba tb, apesar de desconfiar que eu não entendi totalmente o significado da coisa.
    Mas eu sempre gostei da palavra “jurubeba”. É legal de falar.

    http://br.youtube.com/watch?v=6C0R0GfvXn8

  12. Flausino, L disse:

    hahahahahahahaha!!!!

    Marrom!!! Essa é massa!!!
    Cia., Tu tá ligado que tem pernambucano, nascido e criado no Recife que não sabia do “marrom”?
    Esses dias falava com uma amiga e falei: “tal coisa tá marrom!” Quando ela me falou que não sabia o significado, eu disse pra ela criar vergonha e saber das expressões da terra dela!!! hehehe

    Denis, lembro da fruta, que vi durante minha infãncia em Minas. Minha dúvida era sobre esses significados obscuros [hehehe] do momento. O lisérgico-festivo parece bem interessante e adequado para o momento! lol. Concordo com o Cia.

    Gisela, a música é uma onda [engraçada]. Parece grito de estímulo de torcida de universitários!!! Ri a beça, ouvindo a música. Legal. 😀

    Flausino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: