Contato

Nosso e-mail: projeto.secreto (arroba) yahoo (ponto) com

Você quer nos ajudar a criar uma revista diferente de todas as outras revistas que já existiram sobre a Terra? A gente ficaria agradecidíssimo. Veja como você pode ajudar:

* INDICANDO GENTE

Você conhece gente legal, interessante, com boas idéias, com espírito inovador, que esteja fazendo coisas legais? Passa a dica pra gente? Como a revista deve ser voltada para jovens adultos (de 20 a 30 e tantos anos), nossa intenção é falar com gente nessa faixa etária. Vamos tentar entrar em contato com esse pessoal e visitá-los ao longo do mês de novembro, durante nossa viagem.

* INDICANDO LUGARES

Você conhece cidades, restaurantes, escolas, escritórios, bares, ruas, monumentos, espaços, empresas interessantes, inovadores, legais Brasil afora? Passa a dica pra gente?

* DANDO IDÉIAS

O que nossa revista poderia ter? Como ela poderia chamar? Quem deveria trabalhar nela? Etc etc etc. Todas as idéias são bem vindas, o momento é de brainstorming. O que queremos agora é abrir possibilidades, portanto não se preocupe em ter idéias factíveis/razoáveis/pragmáticas. A hora é de sonhar. Mês que vem, depois da viagem, colocamos os pés no chão.

* ESPALHANDO A BOA NOVA:

Este site aqui não é exatamente secreto, como você já deve ter percebido. Mas ele também não é para todo mundo. Nossa intenção não é atrair um público gigante para acompanhar nossa viagem e ver a revista nascendo. O que queremos mesmo é que este blog aqui seja um ponto de encontro para pouca gente, mas gente especial. Gente criativa, inquieta, insatisfeita com as revistas de hoje, instigada, interessante. Você conhece gente assim? Pode passar o link deste blog para eles?

Bom, os comentários estão abertos. Nos vemos pela estrada.

Anúncios

53 Responses to Contato

  1. Ásbel disse:

    Vou dar algumas idéias de acordo com meus gostos pessoais. Como eu tenho só 22 anos, então eu ainda estou adentrando na faixa etária do público-alvo de vocês, mas mesmo assim não deixo de ser, não é? Então vamos lá.

    1- Aquela matéria sobre a Rússia virando a casaca na SuperInteressante de outubro foi ótima. Atual e sobre um assunto sério, mas mesmo assim informativa e gostosa de ler. Sugstão 1: Geopolítica. =)

    2- Lendo o Mundo É Plano (e graças à umas outras coisas) eu vi como economia pode ser, no mínimo, interessante e importante. Um olhar “jovem” sobre economia poeria ser interessante.

    3- Por favor, não caiam naquele lenga-lenga de falar de bem-estar e saúde o tempo todo. Sim, isso é importante e interessante, mas enche o saco.

    4- Música é um assunto legal, com conteúdo e, por acaso, muito mal abordado hoje em dia (fala sério, certas publicações sobre esse tema são superficiais e um saco).

    5- Digo o mesmo sobre entretenimento. É um pouco mais falado, mas ainda assim superficial demais. O que está acontecendo em Lost? E Heroes? E porquê ninguém nunca falou nada de How I Met You Mother? Esqueçam gráficos bacanas e rios de dinheiro: qual o jogo marcante da vez (mesmo que ele já tenha 20 anos)? Qual o futuro do cinema? E da TV? E das revistas e jornais? A interenet vai matar todo mundo? Será? E o futuro da internet? Seriado é o futuro? Ou novelas mexicanas é que são? ‘Snipets’ sobre assuntos gerais e matérias aprofundadas sobre temas bacanas de entrertenimento são legais.

    Sei lá. Algo por aí. =p

  2. Denis Russo Burgierman disse:

    valeu, Ásbel, jóia. alguma idéia sobre como fazer para abordar música “bem”? e um desafio para você: suas idéias todas têm a ver com o conteúdo da revista. alguma idéia sobre como reinventar a revista em si?
    (22 anos é nosso público-alvo sim!)

  3. Irei dar ideia para esse projeto secreto.
    Uma boa maneira de atrair o público de 20 à 30 anos seria matérias voltadas para as curiosidades,saúde,lazer e novidades.As curiosidades seria uma maneira de atrair o público para ler a resvista o mais rapido possivel.
    Manchetes como – Os chás medicinais são perigosos para saúde?
    -Voar de classe econômica,economisa no bolso ,mas sai caro para a saúde!!!!
    -Nesse verão o sol vai arrasar,e você????

    Matérias para o lazer seria deivercificada,pois não são todos que tem o mesmo gosto.Exemplo – No cinema,um musical está entre os mais vistos do mundo!
    -Esportes redicais estão na moda!E você?

    O nome da revista poderia ser … E VOCÊ?
    É um tema inovador
    espero ter ajudado!
    meu msn christopher.martins@hotmail.com e meu e-mail profissional é tudochristopher@gmail.com

  4. Pedro Borges disse:

    eu quero colaborar, mas minhas ideias, de tão boas são secretas, só conto por e–mail, telefone ou pessoalmente.
    Quer pagar (metaforicamente) pra ver? me procurta!

  5. Ásbel disse:

    Ixi. Não sou expert em musicologia, então tenho medo de dizer besteira, mas lá vai:
    Uma vez a SuperInteressante fez uma baita matéria sobre a história do rock, colocou histórias de artistas, de bandas, fatos importantes, outros peculiares. Tinha as “capas dos CDs mais importantes do rock” e por aí. Sim, aquilo foi muito legal e até hoje eu espero mais.
    Fatos importantes, desconhecidos, interessantes e até conspiratórios são legais. Como a teoria que diz que Paul McCartney morreu. E a outra que diz que todos morreram láaa atrás, menos ele. Embora o JovemNerd (aquele blog. Vocês conhecem, não?) já tenha feito uma matéria sobre isso, é uma idéia. Aposto que essa não é a única história bizarra que temos. Tá, isso não está falando da música em si, mas de quem fez, e uma matéria assim acaba por citar músicas e álbuns e desperta a curiosidade.
    A Márcia Lima (googlem-na) tinha uma coluna no blog Sedentário & Hiperativo chamada Mad Fer It. Era uma coluna legal que trazia nomes que eu nunca tinha ouvido falar. Afinal, se falar dos “heróis do Rock’n Roll” pode ser legal, porque falar dos desconhecidos não pode?
    Aposto que existem milhares de histórias para serem contadas.
    O que mesmo que o ColdPlay quis dizer com o álbum Viva La Vida? E o que raios o My Chemical Romance quis dizer com o álbum The Black Parade. Tá, eu sei que eles tem esse lado emo e tudo o mais, mas e aí? Não tem nada interessante por trás? Um trailer que parecia o live-action de O Estranho Mundo de Jack e mesmo assim, nada a ser comentado?
    Ok. Eu disse que não entendia nada de música.

    Eu pensei em uma outra coisa para dizer, mas agora me falhou a memória. Se eu lembrar eu volto aqui e digo. Gostei do projeto de vocês e estou pondo fé nele. =)

  6. Denis Russo Burgierman disse:

    Pô, Ásbel entende de música sim, ótimas idéias. Valeu Christopher!
    Uma coisa: acho que muita gente que vem aqui é leitor da Super. Normal que vocês tenham a Super como referência, mas, se a gente vai fazer uma revista nova, é legal também procurar um caminho próprio. Pensem nisso.

  7. Denis Russo Burgierman disse:

    Oi, Pedro, mande um email para a gente então, o endereço aparece lá em cima: projeto.secreto (arroba) yahoo (ponto) com

  8. Milton Junior Bozoky disse:

    Meu sonho era ter meu nome em alguma revista =/
    Nem que seja “Milton comentou esse post no site”
    Mais enfim. Ajudarei como posso.
    Sou jovem, tenho 16 anos apenas e sou fã da Super desde os 13. Ganhei uma revista da minha mãe uma vez e desde então não deixo de ter uma sequer.
    Como sou jovem e leio a pouco tempo a revista (pouco tempo se relacionado a sua idade-20anos), não tenho muitas idéias para ajudar. Mais as matérias que mais gosto são as que falam do meio ambiente. Amazônia principalmente. Uma pesquisa realizada recentemente por um jornal disse que os jovens estão cada vez mais preocupados com questões desse tipo. O que reforça que vale a pena investir nesse assunto.
    Gosto muito também das matérias que falam sobre assuntos loucos e gerais. Como “De onde vem o ar do air bag?” essas aliás são as que mais comentamos na roda de amigos qua assinam e compram a revista.
    Espero que minha humilde opinião tenha adiantado pra alguma coisa. Um grande abraço. Bozoky (:

  9. Dirck disse:

    Revista “como nenhuma outra” não existe. Logo, se vcs estão querendo invetar uma nova mídia impressa, comecem criando um novo formato impresso e um invador projeto gráfico. Tipo algo que se abre como um notebook e siga um padrão internetês de paginação “browser impresso”.

    O conteúdo? Extamente o que o projeto gráfico sugerido propõe: matérias sacadas dos blogs e homepages, com o devido crédito/link, vc não teriam problemas com direito autoral.

    Assim, sem sair de casa, vocês teriam repórteres ao redor do mundo abastecendo a pauta com coisas incríveis que se pode encontrar num blogtour, por exemplo.

    Taí… Show de bola!!! – Sucesso de vendas e comercialização publicitária.

  10. Thaís disse:

    Mátérias interessantes prá caramba são aquelas que são feitas “por detrás de”. Por exemplo – todo mundo critica (ou adora…) açúcar. Mas sabe como é produzida? Há quem diga que é limpinho, outros que dizem que vai “química”.., que química é essa? Faz mal mesmo à saúde? Num hospital referência, quem faz o controle de pragas, por exemplo… Em uma fundição, prá onde vai a água que é utilizada (e contaminada). Cada região, cada lugar, tem sempre uma empresa, escola, restaurante que é diferente. Mas é diferente porque? Quem está envolvido com determinadas atividades que muitas vezes nem pensamos que existe… As famosas “curiosidades”.

  11. Aurea (Kathy) disse:

    Dá uma passadinha no nosso blog…

  12. Tati Py disse:

    Uma sugestão: visitem minha cidade.
    O motivo é um só: Santa Maria (RS) é uma cidade com menos de 300 mil habitantes, que fica bem no centro do Estado, e que tem 7 universidades (sem contar Ensino à Distância). Uma delas, a UFSM, é a primeira federal a ser construída numa cidade do interior do Brasil.

    A cidade efervesce de juventude. Estudantes de todas as partes do país vem para cá para formação acadêmica. Por outro lado, como o município não é desenvolvido a ponto de absorver essa mão-de-obra, Santa Maria “exporta” seus talentos – o que é uma pena.

    De qualquer forma, acho que pode ser uma boa fonte de interesse para as pesquisas que vocês estão fazendo para a criação da revista…

    Era isso.
    Abraços,

    Tatiana

    P.S.: Santa Maria é conhecida como “Cidade Universitária”.

  13. Lu Ribeiro disse:

    Gente interessante? Tenho duas (humildes) indicações: Mauro Amaral e Murilo Ribeiro… o primeiro é idealizador do http://www.carreirasolo.org um espaço destinado a ‘frilas’ da comunicação; o segundo além de apresentar o Salto para o Futuro, programa de Tv Brasil sobre educação mantém o blog http://babelturbo.blogspot.com/ onde apresenta suas impressões pessoais sobre quase tudo.

    não tô ganhando nada com o ‘jabá’, há tempos que não os encontro pessoalmente, mas essa é a grande vantagem do mundo virtual: acompanhar, admirar e torcer pelo que vale a pena.

    visitem as páginas, com certeza, vale o click… ah, o Ribeiro no sobrenome é apenas coincidência… boa sorte no projeto.

  14. Carlos disse:

    Olha, eu diria que vocês tem uma tarefa bastante complexa. Eu vou falar por mim, não sei se vale para os outros jovens da minha idade (tenho 21 anos). Eu sempre assinei a Super (bem, esse sempre é basicamente de 2002 a 2007). Ultimamente eu tenho comprado na banca de acordo com os assuntos da capa. Hoje em dia eu gosto mais de ler blogs. Os blogs, diferentemente das revistas, são geralmente de um assunto só, muitas vezes bastante específico. Isso me agrada porque eu tenho uma leitura apenas de assuntos que eu curto e com opinião. Isso é um diferencial e tanto. Por exemplo, eu adoro Fórmula 1. Só que o tipo de informação que eu gosto de ler não é apenas descrição sobre corridas, notícias sobre pilotos, etc. Eu curto a opinião, a análise, os bastidores, etc. E isso não encontro nas revistas sobre Fórmula 1, que aliás só conheço duas, bem fracas. Outro assunto que eu gosto é sobre ciência versus superstição. A profundidade que o assunto exige eu jamais encontrarei numa reportagem genérica de uma revista genérica. Aliás, o problemas das revistas é esse, parecem que são específicas mas na verdade todas são muito genéricas. A super é um exemplo, quer falar de muita coisa sempre. Como disse no começo, o meu lance agora são os blogs de assunto únicos. Um exemplo de blog que eu gosto é o Re:bit do site de vocês. É legal ler os comentários também, coisa que eu revista chega a ser frustrante pois geralmente é uma ou duas páginas apenas ( tirando a Veja).
    Enfim, sei lá como poderia ser essa revista. Só sei que se for falar genericamente sobre música, viagens, internet, comportamento jovem, games, etc. não irei comprar pois será apenas uma versão Capricho unissex. De generalidades, fico com a Super, que apesar de já não me identificar muito com a revista ainda aproveito um pouco.
    A questão é: vocês precisam descobrir algo que nós, jovens de 20 e poucos ainda não temos e queremos ter. Reinventar o conceito de revista, assim como reinventaram o conceito de música e aposentaram o CD. Isso seria bacana. Será que terá algo que me faça gastar 10, 15 reais por mês para ler saindo daqui?

  15. Denis Russo Burgierman disse:

    Carlos,
    Você resumiu extraordinariamente bem o abacaxi que temos que descascar. Tarefa dura, mas fascinante.

  16. Marcos Assunção disse:

    opa
    ja postei algo no blog em outro post
    mas lembrei de uma coisa quando li o post do carlos
    uma coisa que acho chato de ler as revistas que compro é: elas sao publicadas uma vez no mes, ae em menos de um mes eu leio :S
    mas tem uma coisa que gosto mto, que foi o que lembrei quando o carlos comentou dos blogs… eu assino vários feeds rss e o que eu acho o máximo neles é que toda hora tem algo pra eu ler xD
    voltando ao meu comentário anterios, se a revista fosse digital e ficase disponível na internet, num portal ou algo assim, seria possivel publicá-la dessa forma, o mes inteiro hehe

    abracos

  17. Flora disse:

    Vi a “propaganda” no blog da Rosana, e como ela só dá dicas interessantes, resolvi conferir.
    Tenho um fihlo de 15 anos e acho que esta é uma faixa etária que passa desapercebida, então gostaria de sugerir que vcs colocamssem artigos voltados para a faixa jovem, que dessem indicações de sites nacionais, indicações de fimes, de sites de pesquisa, assuntos que despertem o interesse e a curiosidade deles. Um abraço e sucesso.

  18. William Gomes disse:

    (Passarão por Vitória da Conquista-BA e não darão um pulinho aqui em Brumado?
    Que tristeza!)

    ESSA REVISTA NÃO SERÁ FEITA “PRA MASSA”!

  19. binho disse:

    Bem interessante a idéia. Queria ver numa revista assim, uma mistura de arte: uma pintura que remetesse a uma poesia (ou um texto), que remetesse a uma música, que remetesse a um livro, e por aí vai, englobando tudo, provando que é tudo interligado.

    Indico aqui 3 pessoas que acredito serem capazes de participar desse Projeto “Secreto”

    Daniella: http://www.purezaemistura.blogspot.com/
    dani_se0@hotmail.com

    William: http://william-gomes.blogspot.com/
    william-gomez@hotmail.com

    e Renê: http://www.reneoexplorador.blogspot.com/
    rene.exe@gmail.com

    Três mentes famintas por alternatividade.

  20. Denis Russo Burgierman disse:

    Valeu, binho!
    Posso te pedir para nos contar em 2 linhas um pouco mais sobre as pessoas que você está indicando? Assim podemos ir planejando nosso roteiro. A propósito: de que cidade eles são?
    abraço

  21. Gustavo Gitti disse:

    Perfeito! Vocês não sabem como fiquei EXTREMAMENTE FELIZ de conhecer esse projeto, ver que tem gente bolando isso.

    Enviei um email com sugestões.

    Grande abraço. Vou agora divulgar ainda mais isso aqui.

  22. Monica Simão disse:

    Adorei o projeto e gostaria de colaborar mas no momento não sei como! Espero manter contato. Me divido entre Monte Verde (MG) e São Paulo. No momento estou no Rio, visitando a família.
    Sou fâ do Denis e sempre leio a Vida Simples. Gosto do estilo da revista e se houvesse uma revista parecida mas com temas mais “profundos”, seria interessante.
    Vou pensar em algumas sugestões.
    Abraços,

    Monica

  23. Renê Lima disse:

    Cara, muito legal a idéia de nos deixar dar idéias na construção dessa revista.

    Acho que o mais urgente é que se integre conceitos de cidadania, isso é uma falha da maioria dos meios de comunicação no Brasil. Indispensável para que haja o exercício da cidadania, seu conhecimento intrínseco na cultura do povo se faz necessário. Ou continuaremos vivendo às margens de uma democracia de verdade.

    Isso não é tão difícil de fazer, visto que todos os temas abordados tem uma certa ligação com Cidadania, pode-se sutilmente demonstrá-la em todas as seções, de forma clara para que não continue sendo vista como uma matéria chata. Principalmente para o “nosso” público alvo, que é o maior responsável pelo futuro breve do nosso país.

    Só para adiantar, Eu, William e Daniella, citados acima por Binho (inclusive ele) somos de Brumado, que fica há cerca de 230 km de Vitória da Conquista em direção Noroeste.

  24. binho disse:

    Denis, como vê, meu amigo Renê já antecipou a sua idéia, e que idéia! Como vi que soa bem mais convincente cada um falar por si, convidarei os outros dois indicados (Daniella e William) a falarem também por eles.

    Valeu!

  25. Denis Russo Burgierman disse:

    Que legal. Enquanto nós gastávamos o dia na estrada, vocês tinham boas idéias!

  26. Daniella Lobo disse:

    Olá!

    Gostei muito do projeto, achei interessante e inovador.
    Gostei também das sugestões dadas pela galera aqui. Quando li sobre o projeto pensei justamente nisso: inteiração e coletividade. A imagem que veio a minha mente foi um gigantesco “mosaico”, uma junção de diferentes pontos de vista sobre assuntos que nos afetam direta e indiretamente. E claro, com toda a irreverência que os jovens brasileiros tem. O que mais me instigou nesse projeto foi a dinâmica dele. Uma revista feita por jovens ” comuns” de todo o país, como uma verdadeira colcha de retalhos, e o melhor de tudo para os próprios.
    A dica que tenho a dar é justamente esta, que seja uma revista feita da junção de diversas opiniões (e pq não divergentes, já que a impressa é livre, né?! rs), feita por jovens de diferentes classes, regiões e culturas, abordando assuntos que vão de politica, economia a comportamento, música, arte, etc.
    Uma galera, que seria interessante vocês conhecerem são os blogueiros. Eles são dinâmicos e criativos, acho que se encaixariam muito bem no projeto. Aqui vai um (além dos que Binho citou) dos que acompanho e gosto muito: http://binhobrill.blogspot.com/ Tenho certeza que irão gostar também.

    Força nesse projeto! E boa viagem!
    =)

  27. Olá, caso vcs tenham interesse em fazer uma pauta sobre o universo GLS de são eu posso ajudar.

    Uma dica é o show da Bluer SPACE, que tem o mais famoso e mais performatico show de drag queens da america latina!

  28. Quando eu li o nome Denis Russo Burgierman, fiquei paralisada um tempinho. Eu acompanhei seu trabalho na Super Interessante e não perco uma coluna sua na Vida Simples (que é a única que leio desde a primeira edição sem falhar, assim, da primeira à última página).
    Vou querer MUITO dar sugestões de muita coisa. E desejo muita sorte a vocês na empreitada!

  29. William Gomes disse:

    Reafirmo o que Binho, Renê e Daniella haviam dito aí em cima. E mais:

    Para que uma revista seja inovadora não precisa mudar sua forma (ou fôrma) e sim seu conteúdo.
    ::Cada página (ou mais) de um redator deveria ter um layout diferente utilizando bordas, fontes, cores, imagens etc. Cada um teria seu universo personalizado.
    ::Páginas horizontais. Folhear as páginas no sentido horizontal, no caso, de baixo para cima(e não da direita para a esquerda).
    ::A capa teria apenas o logotipo dando uma vaga noção da implosão que teria ali.
    ::Uma Revista composta de CONCEPÇÕES. Seja sobre um texto, uma imagem, um som, um vídeo etc. Todos os tipos de arte vinculados a um tema específico. Várias pessoas comentando sobre a mesma coisa com pontos de vista diferentes. Comprovar que a diferença é tudo igual.

    Curtem os ares nessa viagem! Valeu!

  30. Flausino, L disse:

    Eu vi 2 posts interessants de sugestões. Um foi o primeiro, do Ásbel, que falou sobre música e (política+sociedade+geografia+economia). Não queria parecer oprotunista falando coisas que já parecem claras pra vcs, mas como disseram, temas sobre como se virar sozinho (empreendedores, faça tu mesmo), que tenha muita referência e elo com internet (blog, link, promoção, ARG), ao invés de falar só sobre música (o que já seria uma mão na roda), falasse sobre arte em geral, quadros, grafite, cinema e não só no Brasil, mas no mundo, inclusive fora do eixo ocidental-paises-da-OCDE (tipo NY, Londres, Paris).
    Algo que falasse que questionasse os valores atuais do mundo: O capitalismo não é mais o mesmo, Os EUA elegeram o Obama, apesar de ser bom, o Brasil pode gerar energias mais eco-friendly que o etanol de álcool, a internet e outras formas e acessos a comunicação nos deixaram mais cosmopolitas e ligados no mundo, social (posts em blogs no mundo inteiro; YouTube, Skype), econômico (PayPal, eBay), político (nosssas eleições e as americanas tiveram grande participação de jovens), ambiental (protestos que se espalham na net, abiaxos-assinados digitais, coletivos que funcionam sincronicamnete). Se essa revista pudesse ajudar a fazer o jovem de hoje um “ecoanarquista” (aquele[a] que “pensa local e aje global”, pensa em si, mas tenta encontrar o limite ético entre o indivídual e o coletivo), sabe que consumir demais afeta não só seu entorno, mas meio mundo (ou 1 mundo e meio, ou 2, 3…).
    Queria uma revista que investigasse a cabeça do jovem do Alto José Bonifácio, no Recife, da Venezuela, dos guetos e bairros dos países do 1º mundo e me desse referências sobre o que eles pensam do mundo, ouvem, assistem, produzem, divulguem para que eu pudesse fazer igual também aqui na região metropolitana do Recife, e queria poder colaborar (divulgar minhas experiências de modo que esses jovens que vi na NOVA REVISTA) soubessem que eles me serviram de modelo, que adaptei a minha realidade e que a minha solução pode servir para ele, também.
    E preparem-se, vou encher as caixas de mensagens de vocês, pois tô doido pra colaborar a partir de agora, quando a revista tiver pronta e dela em diante. Boa Viagem e boa estada no Recife.

  31. Denis Russo Burgierman disse:

    Valeu, Flausino, F! O que você diz tem muito a ver sim com o que andamos pensando. E tem vários insights legais prá gente aí. Obrigado!

  32. Humberto de la Serna disse:

    Política e a agenda do congressistas pode ser uma boa pedida para a moçada. Pelo menos seria uma iniciativa louvável pra juventude ficar a par da composição de forças que dirigem a vida nacional a partir de Brasília

  33. Denis Russo Burgierman disse:

    Verdade, Humberto de la Serna, obrigado pela ótima dica. Mas, além disso, tivemos um insight aqui: política não se faz só no Eixo Monumental de Brasília. Tem gente muito interessante e inteligente fazendo política efetiva em outros lugares do Brasil. Para dar um exemplo só: o Ronaldo Lemos, com quem falamos anteontem, que faz política da melhor qualidade na sala do Centro de Tecnologia e Sociedade da Fundação Getúlio Vargas do Rio e também na redação do Overmundo. Isso enquanto ouve rock’n’roll e joga videogame.

  34. André C. Trafca disse:

    Acho que um aspecto importante que a revista deve respeitar é não ser superficial. Afinal de contas, informação existe, e e muito fácil de encontrar. E qualquer história é interessante se abordada com profundidade. Não gosto de revistas que fazem um alarde na capa, como se sua vida fosse mudar ao ler a reportagem, mas o texto na verdade não passa do resumo de um livro novo publicado sobre o assunto. Esse tipo de reportagem é muito google-wikipedia, entendem? Falta…. sei lá, verdade, profundidade… É totalmente diferente de ler uma reportagem escrita in loco. Acho que vale a pena encontrar uma forma de associar a modernidade e o cooperativismo da internet com o resgate do jornalismo por essência, que se joga pra trazer a informação.

  35. Denis Russo Burgierman disse:

    André C Trafca, concordo em tudo. É esse nosso projeto.

  36. Gostaria de saber com mais detalhes sobre como participar deste projeto…

  37. Denis Russo Burgierman disse:

    Caro Alexsandro,
    O projeto ainda está em fase de concepção, não está ainda definido como colaborar com ele. Mas estamos 100% abertos para idéias e para conversas, seja por este blog seja por email…
    abraço

  38. Rossana disse:

    oi denis….q pena….acho que soube do projeto tarde demais…li sua coluna na vida simples ” Generosidade intelectual” e achei a idéia simplesmente perfeita. E olhando o site vi que a viagem terminou… Torço para que tenha dado certo e que tenham conseguido boas histórias. Estou curiosa para ler essa nova revista….abraços

  39. Denis Russo Burgierman disse:

    Eita, tarde demais nada. A coisa tá só começando. A viagem foi apenas uma primeira pesquisa. Agora sim a brincadeira vai começar.

  40. Psysapiens disse:

    Já era.. caiu no Twitter…. agora todo mundo sabe do tal projeto secreto.

  41. Acredito que o que está faltando em uma revista é interagir com os leitores… ex.: será que o leitores ao invés de mandar e-mails com palavras, não poderiam se expressar com uma foto?
    O mundo vai mesmo acabar em 2012? Quantas pessoas acreditam nisso? Como elas vivem?
    A cada edição um “chef de cozinha famoso” poderia ensinar receitas com sobras de alimentos… Induzi-los a criar pratos novos… Fugindo das receitas de rotina.
    Ontem mesmo, passando pela Augusta, mais de 300 adolescentes bebendo e caindo pelas ruas e eles não conseguem conversar… Tenho 30 anos e na minha adolescência íamos ao hell´s, the cube, latino e na loca (ainda vou,rs) que adolescência é essa de calçada e o que ela tem a dizer?… e seus pais? Por que as pessoas estão mais singulares? E gostaria de saber sobre as pessoas que dedicam suas vidas a solidariedade… e o que ainda podemos apreender com elas… Boa Sorte!

  42. Mayara disse:

    Os jovens na maioria das vezes são retratados por clichês extremos, ou ele é o riquinho bonito da escola particular, ou o delinquente da favela.
    Espero que essa revista venha para quebrar esses estereótipos e mostrar o jovem não como bonzinho, nem como mau, mas que mostre apenas a realidade, sem dramatizações.
    Estou disposta a ajudar também, pois eu estou envolvida em transformaçõs culturais, sou jovem (faço 18 esse ano). E já que vai ter uma revista falando sobre nós, é justo que os próprios tenham espaço dentro dela.

    Mayara Rodrigues
    mayara_tecno@hotmail.com

  43. Oscar F. disse:

    Deixa eu dar um pitaco no nome da revista também: “TU”. Entre parenteses mesmo.

  44. Mayara disse:

    Por que “TU”?

  45. Oscar F. disse:

    segunda pessoa do singular. Sendo eu ou tu a primeira pessoa, dependendo claro do nosso ponto de vista.

  46. tarcisio da silva disse:

    ..ola!
    li o artigo sobre: pessoas qeu fazem coisas legasi e distribuem de graça..(vida simples)
    achei super..to nessa ideia ..acredito nela.. é o contraveneno da nossa cultura. tao destruidora nesse momento..mas ao mesmo tempo com possibilidades…
    acredito nesse preambulo : é na consciencia de um ser flexivel e aberto aoinusitado , ao qeu trasncende os padroes de uma vida enfocada na densidade concreta, que sao depositadas as sementes de etapas futuras dos homesn, do planeta de do universo,,,,segredos desvelados de trigueirinho…

  47. Clarissa Anício disse:

    Oi!!

    Descobri hoje o projeto (nessa idas e indas na internet, sempre acho coisas bacaníssimas) e finalmente encontrei algo que eu possa fazer parte!Sinto falta de projetos legais e engajados como esse. Sou bióloga, tenho 23 anos, e como vocês estou atrás de coisas que valham à pena fazer e que eu faça sem ter “aquela obrigação em fazer”. Pretendo fazer algo – grande ou pequeno – que daqui a alguns anos tenha um retorno não só para mim, mas também para aqueles que estão ao meu redor, e por que não, no mundo! Sonhar não custa nada. Eu e um grupo de amigs estamos fundando uma ONG em BH “Amigos do Mundo” com esse objetivo! Acreditamos no nosso potencial transformador e que a nossa geração, a geração dos anos 80 não é apenas conectada, é também ativa e quer ter voz! Parabéns pelo projeto e aguardo ansiosamente que ele seja um sucesso! E precisando, pode contar comigo!
    Abraços

  48. Lu Monte disse:

    Boas! Cheguei pela Vida Simples (já há uns dois ou três meses). A Vida Simples é a única revista que ainda leio. Vejo-a diferente das outras: mais leve (mas não rasa), mais prática (mas não “receita de bolo”), clean e moderna, com visual e texto relaxantes (sem serem relaxados).

    Talvez o caminho seja por aí. Menos agito, mais reflexão, uma pausa na correria, uma fuga dos clichês corpo-sarado e mulher-nota-mil.

    Desejo muito sucesso ao projeto. Só por desejarem fazer algo inovador, vocês já merecem crédito. 🙂

  49. Nena Mir disse:

    Também cheguei pela Vida Simples. Tenho que ler Veja toda semana, mas prazer mesmo é ler Vida Simples.

    Uma revista….. talvez pensar em coisas que não são faladas em todos os meios o tempo todo!!

    E quais poderiam ser essas coisas? Lendas, histórias de gerações que se perderam, tradições e em contra-ponto o que algumas pessoas fazem que ninguém mais faz….
    Minha filha tem um grupo de amigos que cada vez que se reunem preparam um MOT para o encontro.

    As vezes qdo elas chegam, eles estão todos de roupão, as veses de terno e gravata tomando chá a luz de velas, as vezes de homem aranha e branca de neve!!
    São adolescentes, classe média alta que ao invés de alimentarem grifes e ostentação estão buscando se divertir com muita criatividade!
    Eu gostaria de uma revista que fosse assim: Simples e Diferente!
    Espero ter ajudado!
    e qdo lançarem a revista me avisem!
    Nena

  50. Francisco disse:

    …A revista Super Interessante, que acaba de chegar às bancas, traz na sua capa, a foto do Chico Xavier, como inúmeras outras revistas que estão nas bancas, de todo o Brasil.

    Ocorre que a matéria, escrita por uma repórter, chamada Gisela Blanco, é um verdadeiro festival de bobagens, com objetivos claros de denegrir a imagem do Chico, bem como a do Espiritismo. Qualquer pessoa que ler, vai perceber as intenções da repórter e não será muito difícil concluir sobre qual deve ser a tendência religiosa dela.
    Durante anos, lendo com admiração a Super interessante, nunca vi essa, até então, respeitável revista se expor a tamanho ridículo como nesta matéria que, na minha concepção, chega a praticar o que chamo de mau caratismo jornalístico.

    Não é que, movido por cegueira religiosa, gostaríamos de matérias apenas elogiosas ao Chico, favoráveis ao Espiritismo ou sempre concordantes com uma determinada idéia, porque aí estaríamos, também, nas mesmas condições dos ridículos. O problema é a infelicidade da repórter, numa revista desse porte, comportando-se como se fosse uma estagiária, que não sabe o que é imparcialidade no escrever e que não tem experiência em checar as fontes das informações, antes de levar a público…

    A Matéria é Muito Grande e Esta em Todos os Sites Espíritas do Brasil. Até hoje já recebi 14.211 e-mails reprovando este comportamento anti profissional dessa tal gisela Blanco… que conseguiu em tempo recorde fama de picareta

  51. william disse:

    queria fazer um curso de graffiteiro em goiania como fasso e onde achoo???

  52. penttagono disse:

    Acredito que voces poderiam abordar assuntos como , por exemplo:
    Diga não as drogas; Educação, a unica saida; Alimentação saudável, uma vida melhor; Amor ao próximo, é está mais próximo de Deus,
    Em termos de cidade: Eu queria indicar um lugar lindo, chama-sa Tutóia-ma, isso mesmo, tutóia no maranhão, lá é simplesmente um paraíso, vale a pena conhecer, abraço de Charlie penttágono.
    http://www.penttagono.com.br

  53. Olá Projetosecreto

    Sou o Paulo vou apresentar a maior coletânea de cursos, jogos, diversão e entretenimento para toda família que você baixa direto em seu computador.

    http://www.coletaneamegacursos.dmy.com.br

    Um abraço
    Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: